Parque Cientec em Foco

DSC01755

Eu sempre me surpreendo com São Paulo: quanto mais eu acho que eu conheço a cidade, mais eu vejo o quão pouco eu a conheço! Quando uma amiga me falou sobre o Parque Cientec, eu nem tinha idéia que ele existia (ótima dica, Edu!!!). E após visitá-lo, podemos dizer que é realmente uma jóia escondida, praticamente desconhecida do público, mesmo estando bem em frente a um dos parques mais visitados da capital, o Jardim Zoológico de São Paulo!

 

O Parque de Ciência e Tecnologia da USP, ou Parque Cientec, faz parte do Parque Estadual Fontes do Ipiranga, que também abriga o Jardim Botânico e o Jardim Zoológico de São Paulo.  Inaugurado em 2001 pela Reitoria da Universidade de São Paulo, o espaço tem como objetivo divulgar a ciência e tecnologia para a população, especialmente os jovens e crianças, de uma forma didática e divertida. Antes de se tornar um parque, o local abrigou o Instituto Astronômico e Geofísico (IAG) por aproximadamente 70 anos.  O instituto, por sua vez, se originou no Serviço Meteorológico do Estado de São Paulo, que se localizava desde 1888 na antiga torre do Jardim da Luz, e no Observatório de São Paulo, que se localizava na Avenida Paulista desde 1912. A partir do início da década de 1930, as edificações históricas começaram a ser instaladas no Parque do Estado, em substituição ao edifício da Avenida Paulista. O IAG foi posteriormente transferido para a Cidade Universitária da USP.

 

As edificações do parque formam um conjunto harmônico e as peças gráficas foram elaboradas pelo diretor da instituição, o Engenheiro, Astrônomo e Professor Alypio Leme de Oliveira, que foi o primeiro diretor do Serviço Meteorológico de São Paulo. Apesar de ser pouquíssimo divulgado, o Cientec tem diversas atrações para agradar visitantes de todas as idades. Há diversas atividades como a Nave 3D, que simula o ambiente de uma nave espacial; a Gruta Digital, outra atração de realidade virtual; a Alameda do Sistema Solar, que contem um conjunto de esculturas que simulam o sistema solar; a Exposição de Matemática, que exibe cerca de 100 experimentos interativos, que ilustram os fundamentos da matemática dentro de nosso cotidiano; o Espaço Geofísico, onde são apresentados filmes e imagens didáticas sobre Geofísica, e os participantes podem até simular um terremoto;  a Estação Meteorológica, onde são apresentados filmes sobre o tema; o Espaço Astronomia, onde os visitantes podem ver o telescópio e fazer observações das manchas solares; brinquedos de física, onde os alunos podem interagir com cerca de 40 experimentos científicos de um modo divertido, além de laboratórios de óptica e energias alternativas. O parque tem também um excelente planetário digital, com capacidade para 50 pessoas, e que apresenta projeções importadas e produções próprias. E se você não quiser saber de ciência, o parque tem belíssimas paisagens no meio de muito verde! Diversas nascentes do histórico Riacho Ipiranga estão localizadas dentro do parque, que alimentam o belo lago, cercado por uma vegetação exuberante. Há diversas trilhas, onde os visitantes podem entrar em contato com a grande biodiversidade do local.

 

O Parque Cientec está localizado na Avenida Miguel Estéfano, 4200, no bairro da Água Funda, bem em frente ao Jardim Zoológico, e a entrada é gratuita aos sábados. Está aberto de segunda a sexta, das 8:30h às 17h, e aos sábados das 9h às 16h. Para grupos e escolas, as visitas devem ser agendadas previamente (parquecientec@usp.br). O estacionamento é compartilhado com o Zoológico, mas não espere encontrar a muvuca de seu vizinho dentro do parque – o Cientec é um oásis de tranqüilidade, uma bela opção para quem não quiser enfrentar as filas e os altos preços do Zoo. Para quem não quiser vir de carro, o metrô é uma boa pedida: é só descer na Estação Jabaquara (linha azul), onde há vans que fazem o traslado até o Zoológico, de terça a domingo. Há também linhas de ônibus que saem das estações de metrô São Judas e Saúde (linha azul) e Terminal Parque Dom Pedro II. O Parque Cientec ainda está sendo reestruturado para receber o grande público, mas não deixe de fazer uma visita – com sua beleza e tranqüilidade, além de seu lado educativo, é uma ótima alternativa para um belo passeio em São Paulo!

A entrada do Parque Cientec. Ao fundo, podemos ver o lago que banha o Jardim Zoológico e o Jardim Botânico.

A entrada do Parque Cientec. Ao fundo, podemos ver o lago que banha o Jardim Zoológico e o Jardim Botânico.

Logo na entrada temos a Alameda do Sistema Solar, com esculturas que representam o Sistema Solar completo.

Logo na entrada temos a Alameda do Sistema Solar, com esculturas que representam o Sistema Solar completo.

Aqui no começo estão os primeiros planetas do Sistema Solar: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

Aqui no começo estão os primeiros planetas do Sistema Solar: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

Aqui está Jupiter, o maior planeta do Sistema Solar!

Aqui está Jupiter, o maior planeta do Sistema Solar!

Saturno, o segundo maior planeta de nosso sistema solar. É conhecido pelos belos anéis que o circundam.

Saturno, o segundo maior planeta de nosso sistema solar. É conhecido pelos belos anéis que o circundam.

Urano, o sétimo planeta de nosso sistema solar.

Urano, o sétimo planeta de nosso sistema solar.

Netuno, o gigante e gelado planeta, o mais afastado do sol, e que foi descoberto através de cálculos matemáticos e não por observação, como os demais planetas.

Netuno, o gigante e gelado planeta, o mais afastado do sol, e o primeiro que foi descoberto através de cálculos matemáticos e não por observações.

A representação de Plutão, que foi rebaixado da posição de nono planeta do sistema solar, para se tornar um mero "planeta anão". Isso aconteceu porque seu tamanho é considerado pequeno demais para ser um planeta, mas é ao mesmo tempo grande demais para ser considerado um asteróide.

A representação de Plutão, que foi rebaixado da posição de nono planeta do sistema solar, para se tornar um mero “planeta anão”. Isso aconteceu porque seu tamanho é considerado pequeno demais para ser um planeta, mas é ao mesmo tempo grande demais para ser considerado um asteroide.

Uma rosa dos ventos, para não nos perdermos!

Uma rosa dos ventos, para não ficarmos perdidos!

Também podemos encontrar uma representação da Lua, o Sol e a Terra em três momentos geológicos diferentes.

Também podemos encontrar representações da Lua, do Sol e da Terra em três momentos geológicos diferentes.

Aqui está a Terra quando existia apenas um continente, a Pangeia.

Aqui está a Terra quando existia apenas um super continente, a Pangeia.

Aqui está a Terra, quando existia apenas um continente, a Pangeia, que depois foram se separando ao longo de milhões de anos.

E aqui os continentes começam a se separar!

E a América do Sul começa a se separar da Africa!

E a América do Sul começa a se separar da Africa!

A estrutura interior do planeta Terra

A estrutura interior do planeta Terra

A Lua, o único satélite natural da Terra, e o quinto maior satélite do sistema solar.

A Lua, o único satélite natural da Terra, e o quinto maior satélite do sistema solar.

O Planetário digital, que por enquanto funciona somente aos sábados. Com capacidade para 50 pessoas, nele são projetados programas diversos sobre a natureza, de aproximadamente 50 minutos de duração.

O Planetário digital, que por enquanto funciona somente aos sábados. Com capacidade para 50 pessoas, nele são projetados programas diversos sobre a natureza, de aproximadamente 50 minutos de duração.

O Planetário digital, que por enquanto funciona somente aos sábados. Nele são projetados programas diversos, de aproximadamente 50 minutos.

Há também apresentações de palestras sobre assuntos diversos relacionados à astronomia, que são geralmente são seguidas por observações astronômicas na luneta Zeiss.

O edifício onde está o planetário foi construído entre 1932 e 1941, e foi projetado por Alypio Leme de Oliveira, o primeiro diretor do Instituto de Astronomia e Geofísica.

O edifício onde está o planetário foi construído entre 1932 e 1941, e foi projetado por Alypio Leme de Oliveira, o primeiro diretor do Instituto de Astronomia e Geofísica.

A Praça da Urania

A Praça da Urania, assim batizada em homenagem à musa grega da Astronomia e da Geometria. É o centro do Parque Cientec, e daqui podemos acessar diversas de suas atrações.

No centro da fonte (que estava seca, por sinal) está a estátua da musa grega Urania, esculpida por Eugenio Prati.

No centro da fonte (que estava seca, por sinal) está a estátua da musa grega Urania, esculpida por Eugenio Prati.

Os edifícios do antigo Instituto de Astronomia e Geofísica, construídos no início do século XX, tem inspiração art-déco, com belas colunas jônicas.

Os edifícios do antigo Instituto de Astronomia e Geofísica, construídos no início do século XX, tem inspiração art-déco, com belas colunas jônicas.

A Luneta Zeiss, onde o visitante pode fazer observações astronômicas, como as manchas solares. Há também observações noturnas às quartas-feiras.

A Luneta Zeiss, onde o visitante pode fazer observações astronômicas, como as manchas solares. Há também observações noturnas às quartas-feiras.

Vamos ver estrelas?

Vamos ver estrelas? As observações astronômicas são feitas na Luneta Zeiss e em equipamentos portáteis, e dependem das condições meteorológicas.

A Estação Meteorológica, que é a mais antiga em funcionamento em São Paulo. Aqui, os visitantes podem entrar em contato com um amplo acervo de equipamentos e registros históricos.

A Estação Meteorológica, que é a mais antiga em funcionamento em São Paulo. Aqui, os visitantes podem entrar em contato com um amplo acervo de equipamentos e registros históricos.

A estrutura interna do sol, com seu núcleo .

A estrutura interna do nosso astro-rei, o sol, com seu núcleo.

Gostei dessas torres de pedras!

Gostei desse totem de pedras!

O Parque Cientec tem belos jardins e canteiros bem cuidados.

O Parque Cientec tem belos jardins e canteiros bem cuidados. 

Há laboratórios de optica, onde os visitantes podem aprender sobre fotografia e sobre o olho humano.

Há laboratórios de optica, onde os visitantes podem aprender sobre os princípios da fotografia, utilizando uma lata furada e uma folha de papel fotográfico, e experimentos sobre o olho humano.

A Praça Oscar Sala, onde são sediados eventos diversos.

A Praça Oscar Sala, onde são sediados eventos diversos.

Há diversas atrações para a garotada, como a Nave virtual Mario Schemberg, onde se simula o ambiente de uma nave espacial, e a Gruta Digital, que é uma sala de projeção 3D, com filmes sobre astronomia.

Há diversas atrações para a garotada, como a Nave virtual Mario Schemberg, onde se simula o ambiente de uma nave espacial, e a Gruta Digital, que é uma sala de projeção 3D, com filmes sobre astronomia.

Uma pedra que caiu do espaço? No Espaço Geofísica os visitantes descobrem que o planeta é um ser vivo. Lá iremos descobrir sobre a estrutura interna da Terra, seus terremotos e vulcões, deslocamento dos continentes e muito mais!

Uma pedra que caiu do espaço? No Espaço Geofísica os visitantes descobrem que o planeta é um ser vivo. Lá iremos descobrir sobre a estrutura interna da Terra, seus terremotos e vulcões, deslocamento dos continentes e muito mais!

O parque está cheio de brinquedos de física, onde os visitantes podem aprender princípios da física sem traumas! Brinquedos como o giroscópio humano e a concha acústica estão distribuídos pelos jardins do parque, e outros brinquedos menores estão em um prédio próprio.

O parque está cheio de brinquedos de física, onde os visitantes podem aprender princípios da física sem traumas! Brinquedos como o giroscópio humano e a concha acústica estão distribuídos pelos jardins do parque, e outros brinquedos menores estão em um prédio próprio.

A Exposição Interativa de Matemática é uma réplica da exposição francesa Maths 2000,  com cerca de 100 experimentos interativos, que exploram os fundamentos da Matemática dentro do nosso dia-a-dia. Muito interessante!

A Exposição Interativa de Matemática é uma réplica da exposição francesa Maths 2000, com cerca de 100 experimentos interativos, que exploram os fundamentos da Matemática dentro do nosso dia-a-dia. Muito interessante!

A área de Energias Alternativas, onde são apresentadas energias como a solar, eólica, mecânica e outras.

A área de Energias Alternativas, onde são apresentadas energias como a solar, eólica, mecânica e outras.

Um experimento interativo, onde o visitante pode aprender o que é a energia mecânica. A gente tem de pedalar muito para conseguir energia para tomar um banho de chuveiro!!!

Um experimento interativo, onde o visitante pode aprender o que é a energia mecânica. A gente tem de pedalar muito para conseguir energia para tomar um banho de chuveiro!!!

A roda d´agua, que gera energia hidráulica.

A roda d´agua, que gera energia hidráulica.

Uma instalação para a demonstração da energia eólica.

Uma instalação para a demonstração da energia eólica.

O Museu de Ciências, onde há exposições permanentes e temporárias sobre diversos temas interessantes.

O Museu de Ciências, onde há exposições permanentes e temporárias sobre diversos temas interessantes.

O parque procura oferecer exposições e palestras de assuntos de interesse à população em geral.

O parque procura oferecer exposições e palestras de assuntos de interesse à população em geral.

Encontramos essa área de lanches, mas não existem lanchonetes no parque. Talvez sejam instaladas futuramente.

Encontramos essa área de lanches, mas não existem lanchonetes no parque. Talvez sejam instaladas futuramente.

O parque é limpo e bem sinalizado.

O parque é limpo, tranquilo e bem sinalizado.

Além das atividades educativas, o parque é uma bela reserva de Mata Atlântica, com belas trilhas.

Além das atividades educativas, o parque é uma bela reserva de Mata Atlântica, com belas trilhas.

Nessas belas trilhas podemos entrar em contato com a biodiversidade do local, sua fauna e flora.

Nessas trilhas podemos entrar em contato com a biodiversidade do local, sua fauna e flora.

Gostaram do meu cocar???

Gostaram do meu cocar???

Um cafezinho?

Um cafezinho?

Uma bela folhagem!

Uma bela folhagem!

Essa folha é maior do que eu!

Essa folha é maior do que eu!

Agora chegamos ao fim da trilha

Agora chegamos ao fim da trilha

O belo lago, formado pelas nascentes do Riacho Ipiranga.

O belo lago, formado pelas nascentes do Riacho do Ipiranga.

O parque faz parte do Parque Estadual Fontes do Ipiranga, que também abriga o Jardim Botânico e o Jardim Zoológico de São Paulo.

O parque faz parte do Parque Estadual Fontes do Ipiranga, que também abriga o Jardim Botânico e o Jardim Zoológico de São Paulo.

O parque oferece passeios guiados para o lago, onde os visitantes conhecem o ciclo da água e utilização racional.

O lago também é utilizado para observações meteorológicas, através da utilização de aparelhos medidores diversos.

A beleza do lago e da mata que a circunda

A beleza do lago e da mata que a circunda

Uma verdadeira pintura da natureza! A fauna e flora do Parque Estadual Fontes do Ipiranga é imensa!

Uma verdadeira pintura da natureza! A riqueza da fauna e flora do Parque Estadual Fontes do Ipiranga é imensa!

Uma bela fonte de pedras.

Uma bela fonte de pedras.

O que será isso?

O que será isso?

As plantas aquáticas que dão uma beleza especial ao lago

As plantas aquáticas que dão uma beleza especial ao lago

Com a escassez cada vez maior de água no planeta, locais como esse devem ser preservados a todo o custo!

Com a escassez cada vez maior de água no planeta, locais como esse devem ser preservados a todo o custo!

Um belo lugar para curtir a natureza!

Um belo lugar para curtir a natureza!

E olha quem veio posar para nosso blog!

E olha quem veio posar para nosso blog!

Agora, acho que vou sentar e apreciar a paisagem!

Agora, acho que vou me sentar e apreciar a paisagem!

Gostaram? O Parque Cientec é uma bela surpresa, uma jóia desconhecida pela população. Venha conhecer, vale a pena! Até o próximo passeio!

Gostaram? O Parque Cientec é uma bela surpresa, uma joia praticamente desconhecida pela população. Venha conhecer, vale a pena! Até o próximo passeio!

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe um comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam