Parque Villa Lobos Em Foco

As pérgolas oferecem uma sombra refrescante nos dias de calor!

Se a gente passasse na década de 1980 no local onde hoje se encontra o Parque Villa Lobos, ao invés de uma bela área verde, veríamos um enorme lixão! Até 1989, funcionavam ali um depósito de lixo da CEAGESP (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo), um depósito de material dragado do Rio Pinheiros e, para completar, um depósito de entulhos de construção civil. Em 1987, ano do centenário do nascimento do compositor Heitor Villa-Lobos, foram realizados estudos para se implantar no local um parque temático que reunisse, num mesmo local, música e entretenimento. O projeto foi executado pelo arquiteto Décio Tozzi, e o parque foi inaugurado no final de 1994.

 

Eu tenho de admitir: quando eu visitei o parque pela primeira vez há muitos anos, não fiquei exatamente apaixonada. Ele era, para não dizer outra coisa, esquisito! Um parque totalmente plano, sem lagos ou fontes, praticamente sem árvores. Só havia algumas mudas mirradinhas, e a gente torrava no sol porque não havia árvores altas o suficiente para fazer sombra. Havia muito cimento e pouco verde. Era ainda um lugar árido, sem graça e sem personalidade. Os anos passaram, e muita coisa mudou – felizmente! Quando fomos visitá-lo há alguns meses, vimos que o parque melhorou muito nestes últimos anos. Ele está, sem dúvidas, muito mais bonito e agradável. As mudas mirradinhas viraram belas árvores que fornecem boa sombra, e o parque plano, sem ladeiras, virou um paraíso para ciclistas e patinadores. E justamente por ser um local sem muitos obstáculos naturais, tornou-se num lugar com ótima acessibilidade para deficientes. Ou seja, o que nos primórdios eram defeitos se transformaram em grandes qualidades no Parque Villa Lobos!

 

Localizado na zona oeste de São Paulo, no bairro do Alto de Pinheiros, e com 732.000 m² de área, o parque recebeu diversas melhorias e atrações interessantes desde sua inauguração. Sob a supervisão do engenheiro agrônomo e paisagista Rodolfo Geiser, o antigo lixão foi primeiramente arborizado com 24.000 mudas de espécies nativas, como 8 espécies de ipês, o símbolo de São Paulo. Foram plantadas árvores de diferentes portes e espécies, para que fosse obtida maior diversidade possível dentro dos bosques. Hoje, as árvores estão crescidas, o que possibilitou a implantação de novas atrações, como o “Vai pela sombra”, uma trilha de pedriscos que se embrenha no meio dos bosques, e o “Circuito das árvores”, uma passarela elevada que passa no meio das árvores, e chega a uma altura de 3,5 m de altura.  O Orquidário Ruth Cardoso, uma homenagem à professora e antropóloga que foi primeira-dama do Brasil entre 1995 e 2003, é um belo espaço onde são exibidas diferentes espécies de orquídeas. No Ouvillas, o visitante pode se sentar em bancos e espreguiçadeiras, e relaxar ao som da música clássica que ecoa das caixas de som instaladas no local.  Em meio ao verde, podemos encontrar uma excelente ciclovia, de 3,5 km de extensão, que circunda todo o parque, além de trilhas de diversas extensões para quem quiser correr ou caminhar. Há também passeios educativos à disposição dos frequentadores, como o Villa Ambiental, que oferece diversas atividades relacionadas a temas como aquecimento global, desenvolvimento sustentável e poluição (atendimento via agendamento). Outra atração interessante é a Horta, que produz ervas e plantas diversos, como manjericão, hortelã, babosa e citronela, entre outros. No Espaço Vida, são oferecidos cursos de educação ambiental, além de atividades físicas como Yoga.

 

Dentro do parque se encontra o Complexo de Tênis, com 7 quadras de superfície dura, onde acontece o Torneio Internacional Aberto de Tênis de São Paulo. O Villa Lobos dispõe de várias quadras de esportes, playgrounds, aparelhos de ginástica, lanchonete, sanitários adaptados para deficientes e um anfiteatro para 750 pessoas. O Villa-Lobos é um parque relativamente novo, e creio que muitas melhorias estão por vir nos próximos anos. Acho louvável a iniciativa de se transformar um terreno que estava totalmente degradado numa grande área verde para a população. Espero que esse tipo de recuperação ocorra em outras áreas da cidade. É difícil acreditar que estamos pisando num antigo lixão! É um lugar agradável, localizado num belo bairro, e um dos melhores lugares para se andar de bicicleta na cidade. E quem ganha com isso somos todos nós!

 

O parque está localizado na Av. Professor Fonseca Rodrigues, Alto de Pinheiros, tem 4 portões de acesso, e abre todos os dias, das 5:30 às 19:00 (no horário de verão, o parque fica aberto até as 20:00). Para quem vem de carro, há 2 estacionamentos gratuitos (nos portões 1 e 3), além de um estacionamento para deficientes perto do portão 2. Há diversas linhas de ônibus que servem o local, além da Estação Villa-Lobos-Jaguaré, da linha 9 Esmeralda da CPTM (a linha faz integração com a linha amarela do metrô, na Estação Pinheiros).  Venha também visitar esse belo espaço verde de nossa cidade!

A entrada principal do Parque Villa Lobos, inaugurado em 1994.

A entrada principal do Parque Villa Lobos, inaugurado em 1994.

O parque está localizado na Avenida Professor Fonseca Rodrigues, no bairro do Alto de Pinheiros. Se formos naquela direção, chegaremos ao CEAGESP e à Marginal do Rio Tietê.

O parque está localizado na Avenida Professor Fonseca Rodrigues, no bairro do Alto de Pinheiros. Se formos naquela direção, chegaremos ao CEAGESP e à Marginal do Rio Tietê.

Naquela direção, chegaremos aos bairros de Pinheiros e Vila Madalena.

Naquela direção, chegaremos aos bairros de Pinheiros e Vila Madalena.

Aqui na entrada principal há diversas bancas de lanches. No interior do parque também podemos encontrar uma lanchonete.

Aqui na entrada principal há diversas bancas de lanches. No interior do parque também podemos encontrar uma lanchonete.

É aqui no portão principal que você pode alugar uma bicicleta.

É aqui no portão principal que você pode alugar uma bicicleta.

O mapa do parque, que é muito bem sinalizado.

O mapa do parque, que é muito bem sinalizado.

A Ciclovilla, com 3,5 km de extensão, e que circunda todo o parque.

A Ciclovilla, com 3,5 km de extensão, uma excelente ciclovia que circunda todo o parque.

Na entrada do parque, há uma grande alameda, ladeada por palmeiras. Elas ainda estão pequenas - gostaria de ver como essa alameda ficará daqui a alguns anos!

Na entrada do parque, há uma grande alameda, muito utilizada por skatistas e patinadores. Ela é ladeada por palmeiras, que ainda estão bem pequenas – vamos aguardar para ver como essa via ficará daqui a alguns anos!

O nome do parque é uma homenagem ao maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, considerado o maior expoente da música do modernismo do Brasil.

O Memorial Villa-Lobos. O nome do parque é uma homenagem ao maestro e compositor brasileiro Heitor Villa-Lobos, considerado o maior expoente da música do modernismo do Brasil.

Villa-Lobos participou da Semana de Arte Moderna de 1922, e fez 3 apresentações no Teatro Municipal de São Paulo. O maestro inovou ao incorporar elementos tipicamente brasileiros em suas composições, influenciadas por canções regionais e indígenas.

Villa-Lobos participou da Semana de Arte Moderna de 1922, com 3 apresentações no Teatro Municipal de São Paulo. O maestro inovou ao incorporar elementos tipicamente brasileiros em composições eruditas.

As "Bachianas Brasileiras", escritas entre 1930 e 1945,  projetaram o maestro internacionalmente. Nelas, Villa Lobos fundiu Bach com a música regional brasileira. "O trenzinho caipira" é uma de suas melodias mais conhecidas.

As “Bachianas Brasileiras”, escritas entre 1930 e 1945, projetaram o maestro internacionalmente. Nelas, Villa Lobos fundiu Bach com a música regional brasileira. “O trenzinho caipira” é uma de suas melodias mais conhecidas.

Em 1987, centenário do nascimento de Villa-Lobos, foram realizados estudos para transformar o antigo lixão que funcionava no local num parque, que foi inaugurado em 1998.

Em 1987, centenário do nascimento de Villa-Lobos, foram realizados estudos para se transformar o antigo lixão que funcionava no local num parque, que foi inaugurado em 1994, ainda inacabado.

Agora vou me juntar a essa criançada e assistir ao concerto do maestro!

Agora vou me juntar a essa criançada e assistir ao concerto do maestro!

O parque tem uma área de 732.000 m², de terreno plano. A falta de obstáculos naturais favorece o acesso a cadeirantes, deficientes físicos e idosos.

O parque tem uma área de 732.000 m², de terreno plano. A falta de obstáculos naturais favorece o acesso a cadeirantes, deficientes físicos e idosos.

Seguindo pela alameda, vimos alguns quiosques, que aparentemente vendem lanches saudáveis. Mas não havia ninguem por lá!

Seguindo pela alameda, vimos alguns quiosques, que aparentemente vendem lanches saudáveis. Mas não havia ninguém por lá!

O anfiteatro, que tem capacidade para 450 pessoas. O local recebe apresentações diversas, além de aulas de dança.

O anfiteatro, que tem capacidade para 450 pessoas. O local recebe apresentações diversas, além de aulas de dança e ginástica.

O estacionamento perto do portão 1. O parque dispõe de estacionamento gratuito para 750 carros.

Daqui podemos ver o estacionamento perto do portão 1. O parque dispõe de vagas gratuitas pra 750 carros.

O parque está sendo ampliado: no espaço onde se encontrava o canteiro de obras do metrô, será implantado um novo parque, chamado de Candido Portinari. O novo parque será interligado ao Villa-Lobos por uma passarela e ciclovia, e está previsto a ser concluído em 2014.

O parque recebeu um novo vizinho em 26/12/2013: no espaço onde se encontrava o canteiro de obras do metrô, foi inaugurado o Parque Cândido Portinari, com 121.670 m² de área. Interligado ao Villa-Lobos por uma passarela e ciclovia, conta com estacionamento para 500 vagas. Futuramente, ele receberá painéis de Portinari e melhorias diversas.

O Passeio Uirapuru, nome da sinfonia escrita por Villa-Lobos em 1917. Não sei exatamente do que se trata, só há um espaço gramado no local.

O Passeio Uirapuru, nome da sinfonia escrita por Villa-Lobos em 1917. Por enquanto, só há um descampado no local.

O Orquidário Ruth Cardoso, projetado pelo arquiteto Décio Tozzi.

O Orquidário Ruth Cardoso, projetado pelo arquiteto Décio Tozzi, e inaugurado em 2010. O seu desenho foi inspirado nas ocas primitivas africanas.

O orquidário tem 523 m²  e é cercado por um espelho d´água.

O orquidário tem 523 m² e é cercado por um espelho d´água. Há uma abertura no alto, que permite a circulação permanente do ar e a entrada de luminosidade natural.

Na entrada, encontramos um painel com a biografia e diversas fotos de Dona Ruth Cardoso, professora e antropóloga, que foi primeira-dama do Brasil entre 1995 e 2003. Paulista de Araraquara, dedicou-se às causas sociais e à defesa dos direitos  das mulheres.

Na entrada, encontramos um painel com a biografia e diversas fotos de Dona Ruth Cardoso, professora e antropóloga, que foi primeira-dama do Brasil entre 1995 e 2003. Paulista de Araraquara, dedicou-se às causas sociais e à defesa dos direitos das mulheres.

O orquidário tem uma exposição permanente de espécies doadas pelo Instituto Botânico, com mais de 16.000 vasos.

O orquidário tem uma exposição permanente de espécies doadas pelo Instituto Botânico, com mais de 16.000 vasos de flores.

As belas flores no orquidário. Damásio de Jesus, professor de Direito Penal e grande admirador de orquídeas, desenvolveu uma espécie híbrida, a Catlteya Ruth Cardoso, em homenagem à ex-primeira-dama.

As belas flores no orquidário. Damásio de Jesus, professor de Direito Penal e grande admirador de orquídeas, desenvolveu uma espécie híbrida, a Cattleya Ruth Cardoso, em homenagem à ex-primeira-dama.

O local também abriga todos os meses a Oficina de Orquídeas, onde são oferecidas informações sobre os cuidados que a planta necessita.

O local também abriga todos os meses a Oficina de Orquídeas, onde são oferecidas informações sobre os cuidados que a planta necessita.

O orquidário também abriga belas bromélias como esta!

O orquidário também abriga belas bromélias como esta!

Um bela vista do parque. Deste ponto, podemos ver o bairro do Alto da Lapa ao fundo.

Daqui podemos ver o pomar e o parquinho. Deste ponto, também podemos ver o bairro do Alto da Lapa ao fundo.

Ali está sendo construído a futura sede do CEREA, Centro de Referência em Educação Ambiental, que terá um anfiteatro, biblioteca e salas para reuniões e palestras.

Ali está sendo construído a futura sede do CEREA, Centro de Referência em Educação Ambiental, que terá um anfiteatro, biblioteca e salas para reuniões e palestras.

Um belo canteiro de flores. O parque, que antes era um grande descampado, recebeu milhares de árvores nativas e plantas, trazendo grande diversidade ao parque.

Um belo canteiro de flores. O parque, que antes era um grande descampado, recebeu diferentes espécies de árvores nativas e plantas, trazendo grande diversidade ao local.

O parque tem vários quiosques, que podem ser usados para piqueniques. Mas atenção: churrasqueiras não são permitidas!

O parque tem vários quiosques, que podem ser usados para piqueniques. Mas atenção: churrasqueiras não são permitidas!

Há diversos playgrounds no parque. Uma coisa legal são os brinquedos adaptados para crianças com deficiências, como uma gangorra que pode ser usado por cadeirantes.

Há diversos playgrounds para a criançada. Uma coisa legal são os brinquedos adaptados para crianças com deficiências, como uma gangorra que pode ser usada por cadeirantes. 

Alguns dos brinquedos de madeira também foram feitos para proporcionar acessibilidade, como uma caixa de areia e uma casinha de madeira que podem também ser utilizados por cadeirantes.

Alguns dos brinquedos de madeira também foram feitos para proporcionar acessibilidade, como uma caixa de areia e uma casinha de madeira que podem também ser utilizadas por cadeirantes.

O parque, que a princípio recebia poucos visitantes, hoje em dia recebe 5.000 pessoas durante a semana, e até 30.000 nos feriados.

O parque, que a princípio recebia poucos visitantes, hoje em dia recebe 5.000 pessoas durante a semana, e até 30.000 nos feriados. 

O parque dispõe de diversas trilhas, de diversas extensões,  todas elas em terreno plano, que podem ser percorridas por pessoas de todas as idades.

O parque dispõe de trilhas de diversas extensões, todas elas em terreno plano, que podem ser percorridas por pessoas de todas as idades.

Dos amplos gramados podemos avistar algumas das belas casas do bairro do Alto de Pinheiros.

Dos amplos gramados podemos avistar algumas das belas casas do bairro do Alto de Pinheiros.

O parque também conta com sinalização tátil, implantada sob a supervisão da Fundação Dorina Nowill, entidade que atende deficientes visuais.

O parque também conta com sinalização tátil, implantada sob a supervisão da Fundação Dorina Nowill, entidade que atende às necessidades de deficientes visuais.

A trilha "Vai pela sombra", que se embrenha no meio dos bosques, sob a sombra das árvores. A trilha de pedriscos é boa para caminhada e corrida, por causar menos danos às articulações.

A trilha “Vai pela sombra”, que se embrenha no meio dos bosques, sob a sombra das árvores. A trilha de pedriscos é boa para caminhada e corrida, por causar menos danos às articulações.

As Ouvillas, um espaço onde os frequentadores podem se sentar nos bancos e espreguiçadeiras, ao som de composições de Heitor Villa-Lobos.

As Ouvillas, um espaço onde os frequentadores podem se sentar nos bancos e espreguiçadeiras, ao som de composições de Heitor Villa-Lobos.

Nas Ouvillas há diversos totens onde podemos ler sobre a biografia e obra do grande compositor brasileiro, que dá nome ao parque.

Nas Ouvillas há diversos totens onde podemos ler sobre a biografia e obra do grande compositor brasileiro, que dá nome ao parque.

É bom ver que as árvores cresceram muito desde a abertura do parque, deixando o ambiente menos árido, pelo menos em alguns pontos!

É bom ver que as árvores cresceram muito desde a abertura do parque, deixando o ambiente menos árido, pelo menos em alguns pontos!

O parque conta com um telefone para deficientes auditivos e sanitários adaptados para deficientes físicos.

O parque conta com um telefone para deficientes auditivos e sanitários adaptados para deficientes físicos.

Que tal um jogo de damas no meio da vegetação?

Que tal um jogo de damas no meio da vegetação?

O totem chafariz, de autoria do escultor italiano Domenico Calabrone, e inaugurado no ano 2000.

O totem chafariz, de autoria do escultor italiano Domenico Calabrone, e inaugurado no ano 2000.

A escultura-chafariz feita em granito foi uma das últimas obras do artista romano, que se mudou para São Paulo em 1954.

A escultura-chafariz feita em granito foi uma das últimas obras do artista romano. Calabrone se mudou para São Paulo em 1954, participou de diversas exposições e mostras de arte, e ganhou prêmios importantes, como o Prêmio Internacional da Escultura Contemporânea em Cassano, Itália.

DSC05192

O parque tem muitas opções para quem quiser praticar esportes. Este é um dos 4 campos de futebol disponíveis para os frequentadores. 

Há 7 quadras de tênis no parque, muito disputadas nos finais de semana. As partidas devem durar, no máximo, 40 minutos. Se quiser utilizá-las, é melhor chegar bem cedo!

Há 7 quadras de tênis, que podem ser utilizadas gratuitamente pela população. Elas são muito disputadas nos finais de semana, por isso é melhor chegar bem cedo! As partidas devem durar, no máximo, 40 minutos, e a quadra de grama deve ser reservada com antecedência na administração do parque.

O Parque Villa-Lobos abriga o Torneio Internacional Aberto de São Paulo no seu complexo de quadras, que ocorre no final do ano.

O Parque Villa-Lobos também abriga o Torneio Internacional Aberto de São Paulo no seu complexo de quadras, que tem capacidade para receber 4500 espectadores. O torneio ocorre geralmente no final do ano.

O parque conta com 3 quadras para futebol de salão, tabelas para Street Basketball, além de quadras poli-esportivas e aparelhos de ginástica.

O local conta com 3 quadras para futebol de salão, tabelas para Street Basketball, além de quadras poli-esportivas e aparelhos de ginástica.

Uma das belas paisagens do parque!

Uma das belas paisagens do parque! Nos sábados, o Kennel Club de São Paulo oferece adestramento gratuito para cães, das 15:00 às 17:00.

A Praça das Pérgolas, com suas belas flores e plantas.

A Praça das Pérgolas, com suas belas flores e plantas.

As pérgolas oferecem uma sombra refrescante nos dias de calor!

As pérgolas oferecem uma sombra refrescante nos dias de calor!

Equipamentos de ginástica estão espalhados ao longo de todo o parque.

Equipamentos de ginástica estão espalhados ao longo de todo o parque.

O parque também promove diversos eventos musicais, principalmente instrumentais, como orquestras e grupos de choro.

O parque também promove diversos eventos musicais, principalmente instrumentais, como orquestras e grupos de choro.

Quando Décio Tozzi projetou o parque, ele queria que o espaço fosse uma "cidade da música".

Quando o arquiteto Décio Tozzi projetou o parque, ele queria que o espaço fosse uma “cidade da música”.

Segundo o projeto original, o parque teria uma ilha musical, teatro de ópera, um centro de convivência musical, um prédio de exposições e uma escola de música e balé. Ainda há muito para que o projeto original seja concretizado, mas o parque é muito querido pelos paulistanos mesmo assim.

Segundo o projeto original, o parque teria uma ilha musical, teatro de ópera, um centro de convivência musical, um prédio de exposições e uma escola de música e balé. Ainda falta muito para que o projeto original seja concretizado, mas o parque é muito querido pelos paulistanos mesmo assim.

O Circuito das Árvores, no qual os visitantes podem andar perto das copas das árvores.

O Circuito das Árvores, no qual os visitantes podem andar perto das copas das árvores.

A passarela chega até a 3,5 m de altura, e pode ser acessada por cadeirantes e portadores de deficiência física.

A paisagem que podemos ver do alto da passarela, que chega até a 3,5 m de altura. O circuito pode ser acessado por cadeirantes e portadores de deficiência física.

A passarela foi feita com eucalipto obtido em florestas de reflorestamento, para que não haja impacto na vegetação local.

A passarela foi feita com eucalipto obtido em florestas de reflorestamento, para que não haja impacto na vegetação local.

Do alto da passarela, podemos avistar diversas espécies de árvores, como essa figueira, além da embaúba, jatobá, canela, jerivá e paineira, entre outras.

Do alto da passarela, podemos avistar diversas espécies de árvores, como essa figueira, além da embaúba, jatobá, canela, jerivá e paineira, entre outras.

A bela vista que temos no mirante do Circuito das Árvores.

A bela vista que temos no mirante do Circuito das Árvores.

Se tivermos sorte, podemos avistar diversos pássaros no meio das árvores, como o João-de-barro, o bem-te-vi, o sabiá-laranjeira, o irerê e a coruja-buraqueira, entre outros.

Se tivermos sorte, podemos avistar diversos pássaros no meio das árvores, como o João-de-barro, o bem-te-vi, o sabiá-laranjeira, o irerê e a coruja-buraqueira, entre outros.

Há alguns anos, essas árvores não passavam de mudas mirradinhas - e olha como elas estão hoje!

Há alguns anos, essas árvores não passavam de mudas mirradinhas – e olha como elas estão hoje!

Ao lado do parque, podemos avistar o Shopping Villa-Lobos (a construção mais baixa), além dos prédios da vizinhança.

Ao lado do parque, podemos avistar o Shopping Villa-Lobos (a construção mais baixa), além dos prédios da vizinhança.

A Marginal do Rio Pinheiros fica atrás do parque. Essa é uma das vias mais importantes do trânsito paulistano, interligando a região de Interlagos à Marginal do Rio Tietê.

A Marginal do Rio Pinheiros passa atrás do parque. Essa é uma das vias mais importantes do trânsito paulistano, interligando a região sul da cidade à Marginal do Rio Tietê e importantes rodovias como a Presidente Castelo Branco, que liga São Paulo ao oeste do estado.

Do outro lado do Rio Pinheiros, podemos encontrar a Cidade Universitária da USP.

Do outro lado do Rio Pinheiros, podemos avistar a Cidade Universitária da USP. O arquiteto Décio Tozzi, que projetou o Parque Villa-Lobos, também projetou a Academia de Polícia, que fica dentro do complexo da USP.

Olha quem fez questão de aparecer no blog: um quero-quero no seu ninho, protegendo seus ovos. Esses são pássaros muito territorialistas, e defendem seus ovos e filhotes de estranhos com agressividade, lutando até a morte, se preciso!

Olha quem fez questão de aparecer no blog: um lindo quero-quero no seu ninho, protegendo seus ovos. Esses são pássaros muito territorialistas, e defendem seus ovos e filhotes de estranhos com agressividade, lutando até a morte, se preciso!

Um tapete de flores! Dá para acreditar que isso tudo já foi um lixão?

Um tapete de flores! Dá para acreditar que isso tudo já foi um lixão?

A recuperação deste lugar, antes tão degradado, é algo louvável, e esperamos que sirva de exemplo para outros pontos decadentes da cidade!

A recuperação deste lugar, antes tão degradado, é uma iniciativa louvável, e esperamos que sirva de exemplo para a revitalização de outros pontos decadentes da cidade!

Agora vou me sentar e relaxar, que ninguém é de ferro!

Agora vou me sentar e relaxar, que ninguém é de ferro!

Gostaram? O Parque Villa-Lobos tem diversas atrações e é um dos lugares mais bacanas de São Paulo - venha conhecer também! Até o nosso próximo passeio!

Gostaram? O Parque Villa-Lobos tem diversas atrações e é um dos lugares mais bacanas de São Paulo – venha conhecer também! Até o nosso próximo passeio!

Veja a localização no mapa:

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

Deixe um comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam