Aclimação Em Foco

Do ancoradouro temos uma bela vista do parque, assim como dos prédios das redondezas.

O bairro da Aclimação faz parte de meu cotidiano há muitos anos. Apesar de estar bem perto do centro da cidade, o bairro ainda mantém um ar tranqüilo meio interiorano em alguns pontos, com suas casinhas e ruas arborizadas. A intensa verticalização tem mudado muito a região, e aquela tranqüilidade praticamente desapareceu, infelizmente. Mas ainda adoro a Aclimação! Moramos e trabalhamos em diferentes ruas do bairro ao longo desses anos, e é no Parque da Aclimação onde eu sempre fiz minhas caminhadas e corridas (antes do joelho reclamar!).  Numa cidade como São Paulo, morar perto de uma bela área verde é um baita privilégio!

Circundado pelos bairros da Liberdade, Vila Mariana, Paraíso e Cambuci, a Aclimação é um bairro relativamente jovem. Nasceu no século XX, depois do surgimento de bairros tradicionais paulistanos como Higienópolis, Campos Elíseos, Pacaembu, Mooca e Brás. O local cheio de morros e baixadas, que deu origem ao bairro, era conhecido como o Sítio Tapanhoin: uma área triangular, que era demarcada pelo antigo Caminho do Mar (que começava na Liberdade, passava por diversos bairros como o Ipiranga e o então longínquo povoado de Santo Amaro, até chegar a Santos) e os córregos Lavapés e Cambuci (hoje canalizados). Esse terreno inóspito despertou o interesse do médico piracicabano Carlos José Botelho. Formado em Paris, o médico adquiriu as terras em 1892, com o sonho de reproduzir no Brasil algo que o tinha encantado nos seus tempos de estudante na capital francesa: o Jardin d´Acclimatation, que abrigava um zoológico e um jardim de aclimatação de espécies exóticas.

Carlos Botelho foi o primeiro diretor clínico da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, além de secretário de Agricultura, Viação e Obras Públicas do Estado de São Paulo entre 1904 e 1908. Ele também foi responsável pelo começo da imigração japonesa no Brasil, em 1908. Em 1892 inaugurou o Jardim da Aclimação, que foi o primeiro zoológico de São Paulo, um verdadeiro complexo de lazer e pesquisas. O local contava também com granja leiteira, onde os visitantes podiam beber leite tirado na hora e comprar laticínios, um parque de diversões, salão de bailes, um rink de patinação e aquário – por 30 anos, o jardim foi um verdadeiro point paulistano! O parque foi também a primeira sede da Sociedade Hípica Paulista, que hoje está em Santo Amaro. A região, até então praticamente deserta, começou a se desenvolver graças ao empreendedorismo e visão de Carlos Botelho.

A partir de 1939, devido às dificuldades financeiras dos herdeiros de Carlos Botelho para manter o complexo, o parque passou a ser administrado pela Prefeitura de São Paulo, e passou por poucas e boas desde então. Foi praticamente abandonado, transformou-se em reduto de bandidos e drogados, foi revitalizado e abandonado de novo, perdeu terras para loteamentos escusos…  A área verde, que originalmente tinha 182.000 m², hoje tem 122.130 m², devido à cessão de terrenos para construções diversas. Em 1986, graças à iniciativa dos moradores locais, o parque foi tombado pelo patrimônio histórico, e vem sendo lentamente recuperado. O parque tem 6 entradas para o público, e está aberto diariamente das 6:00 às 20:00. Dispõe de uma ótima pista de cooper, biblioteca, playgrounds, aparelhos de ginástica, campo de futebol, quadras de esporte, concha acústica, bicicletário, mesas para jogos e trilhas. Entre as diversas espécies de árvores, destaca-se o belo eucaliptal, tombado pelo patrimônio histórico. É um parque relativamente pequeno, se comparado com o Parque do Ibirapuera, por exemplo. Mas, o que se perde em tamanho, se ganha em sossego. Enquanto que nos finais de semana precisamos digladiar por um espaço ao sol no Ibirapuera, no da Aclimação sempre é possível fazer caminhadas ou corridas com tranqüilidade, sem termos de disputar espaço com bicicletas, skates e patins.

A abertura do parque permitiu o desenvolvimento do bairro, com a abertura de ruas e avenidas importantes, como a Avenida da Aclimação, em 1905. Em 1916, respeitando-se a sinuosidade do terreno, foram abertas ruas em semicírculo a partir da avenida, convergindo para a Praça General Polidoro, todas com nomes de pedras preciosas, como Safira, Turmalina e Rubi. Mais acima, em direção ao bairro do Paraíso, várias ruas foram batizadas com nomes de planetas, como Urano, Júpiter e Saturno. Em 1938, o sub-distrito da Aclimação foi criado oficialmente, com suas casas térreas e sobrados ocupados por famílias italianas, japonesas, portuguesas e paulistanas. Em 1940, foi inaugurada a Paróquia da Aclimação, na Igreja Nossa Senhora do Carmo. Hoje, o bairro é alvo de um intenso boom imobiliário, com a construção de inúmeros edifícios voltados para famílias de classe média alta. Isso tem dado uma nova cara ao bairro, com um conjunto de novos restaurantes, bares, lojas e serviços. Mas isso não mudou a essência da Aclimação, que continua sendo um lugar muito agradável, com lugares muito bacanas para passear, além do parque!

Para visitar o parque e o bairro da Aclimação, a estação de metrô mais próxima é a do Paraíso (linhas azul e verde). Existem também diversas linhas de ônibus que servem o bairro.  Apesar de todos os revezes, o Parque da Aclimação continua belíssimo, um recanto tranqüilo no meio do agito da cidade. Adoramos fazer nossas caminhadas no parque e no bairro. Venha conhecer também!

DSC03255

Começamos nosso passeio na Rua Pedra Azul, importante via que liga a Aclimação à zona sul da cidade. No quarteirão seguinte, o nome dela muda para Avenida Engenheiro Luis Gomes Cardim Sangirardi.

A via está repleta de novos restaurantes e barzinhos. A bela casa na esquina abriga uma pizzaria muito frequentada pelos moradores do bairro.

A via está repleta de novos restaurantes e barzinhos. A bela casa na esquina abriga uma pizzaria muito frequentada pelos moradores do bairro.

Além dos bares e restaurantes, a Rua Pedra Azul também abriga escolas, prestadores de serviços e uma academia de ginástica.

Além dos bares e restaurantes, a Rua Pedra Azul também abriga escolas, prestadores de serviços e uma academia de ginástica. 

DSC03244

Na esquina das ruas Pedra Azul e Ônix está o barzinho mais conhecido do bairro, o Bar Matriz Aclimação, inaugurado em 2005, e famoso por sua picanha no rechaud.

Subindo a Rua Ônix, chegaremos ao bairro do Cambuci. Daqui podemos avistar alguns dos prédios do bairro vizinho.

Subindo a Rua Ônix, chegaremos ao bairro do Cambuci. Daqui podemos avistar alguns dos prédios do bairro vizinho.

A partir de 1916, uma série de ruas do bairro foram batizados com nomes de pedras preciosas. Além da Pedra Azul e Ônix, temos as ruas Diamante, Safira, Rubi, Turmalina, Ágata, entre outras.

A Rua Pedra Azul leva o nome do córrego que passava nessas terras antes de ser canalizada. São as águas desse córrego que abastecem o Lago do Parque da Aclimação.

Ao lado do parque da Aclimação está a Escola Municipal de Educação Bilingue para Surdos. Inaugurada em 1952, é a primeira escola pública da cidade a atender crianças surdas. Há 250 alunos matriculados, que aprendem Libras, a linguagem de sinais, como primeira língua, e o Português escrito.

Na Rua Pedra Azul, bem ao lado do parque da Aclimação, está a Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Helen Keller. Inaugurada em 1952, é a primeira escola pública da cidade a atender crianças surdas. Há 250 alunos matriculados, que aprendem Libras, a linguagem de sinais, como primeira língua, e o Português escrito, como segunda língua.

Na esquina das ruas Pedra Azul e Ametista, onde podemos ver de um lado a EMEBS Helen Keller e do outro a Escola Municipal Brigadeiro Faria Lima.

Na esquina das ruas Pedra Azul e Ametista, onde encontramos a EMEBS Helen Keller à direita. Do lado esquerdo fica a Escola Municipal Brigadeiro Faria Lima.

Subindo a Rua Ametista, chegamos à Rua Bras Cubas, outra via que tem restaurantes e barzinhos muito frequentados pelos moradores do bairro.

Subindo a Rua Ametista, chegamos à Rua Brás Cubas, outra via que tem vários restaurantes e barezinhos muito frequentados pelos moradores do bairro, além de escolas, academia e serviços diversos.

A agradável Praça Costa Barbosa, na Rua Brás Cubas. O agradável espaço é ladeado por casas residenciais, e um bem cuidado jardim que tem até uma jaqueira!

A agradável Praça Costa Barbosa, na Rua Brás Cubas. O agradável espaço é ladeado por casas residenciais, e um bem cuidado jardim que tem até uma jaqueira!

Na Rua Brás Cubas também está a bela igreja da Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Aclimação, que começou a ser construída em 1940.

Na Rua Brás Cubas também está a bela igreja da Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Aclimação, que começou a ser construída em 1940.

A imagem de Nossa Senhora do Carmo que adorna o altar-mor foi trazido de Pernambuco em 1939, e a consagração na nova matriz se deu em 1942, onde está até hoje. A igreja também é decorada por belos vitrais.

A paróquia foi originalmente instalada numa pequena capela situada entre a Rua Safira e a Avenida Aclimação em 1939, antes de se mudar para o endereço atual.

A imagem de Nossa Senhora do Carmo que adorna o altar-mor foi trazido de Pernambuco em 1939, e a consagração na nova matriz se deu em 1942. A igreja também é decorada por belos vitrais executados por Lorenz Johannes Heilmar.

A imagem de Nossa Senhora do Carmo que adorna o altar-mor foi trazido de Pernambuco em 1939, e a consagração na nova matriz se deu em 1942.

A igreja também é decorada por belos vitrais executados pelo vitralista e pintor alemão Lorenz Johannes Heilmar.

A igreja também é decorada por belos vitrais executados pelo vitralista e pintor alemão Lorenz Johannes Heilmar.

Lorenz Johannes Heilmar, que veio para o Brasil em 1951, fez os vitrais de inúmeras igrejas brasileiras, como as da Basílica de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida do Norte.

Lorenz Johannes Heilmar, que veio para o Brasil em 1951, fez os vitrais de inúmeras igrejas brasileiras, como as da Basílica de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida do Norte.

DSC04970

Outro belo vitral do artista alemão.

A Rua Pedra Azul passa ao lado do Parque da Aclimação, até chegar à Rua Muniz de Sousa, outra importante via do bairro.

De volta à Rua Pedra Azul, que passa ao lado do Parque da Aclimação, até chegar à Rua Muniz de Sousa, outra importante via do bairro.  

Chegamos à Rua Muniz de Sousa, via que liga os bairros da Aclimação e Cambuci. À direita, está a Avenida Aclimação e à esquerda a Rua Pedra Azul.

Chegamos à Rua Muniz de Sousa, via que liga os bairros da Aclimação e Cambuci. À direita, está a Avenida Aclimação e à esquerda a Rua Pedra Azul.

A Rua Muniz de Sousa abriga casas, prédios residenciais e muitos serviços, como a Academia Onodera, que desde a sua inauguração, em 1979,  se encontra no mesmo endereço, em frente ao Parque da Aclimação. A academia foi aberta por Ikuo Onodera, técnico da seleção brasileira de judô nos jogos panamericanos de 1975 e 1995, e nas Olimpíadas de 1976.

A Rua Muniz de Sousa abriga casas, prédios residenciais e muitos serviços, como a Academia Onodera, que desde a sua inauguração, em 1979, se encontra no mesmo endereço, em frente ao Parque da Aclimação. A academia foi aberta por Ikuo Onodera, técnico da seleção brasileira de judô nos jogos panamericanos de 1975 e 1995, e nas Olimpíadas de 1976.

Apesar da Aclimação ter perdido muitas de suas casas para dar espaço aos grandes empreendimentos imobiliários nos ultimos anos, algumas casas ainda resistem no bairro, como esse belo exemplo na Rua Muniz de Sousa.

Apesar da Aclimação ter perdido muitas de suas casas para dar espaço aos grandes empreendimentos imobiliários nos últimos anos, algumas ainda resistem no bairro, como esse belo exemplar na Rua Muniz de Sousa, que abriga um centro de cultura indiana.

Um belo predinho em estilo art-déco, na esquina da Rua Maracaí.

Um belo predinho em estilo art-déco, na esquina da Rua Maracaí.

Outra bela casa, que hoje abriga a Hospedaria de Cuidados Paliativos, que pertence ao Hospital do Servidor Público Municipal. Inaugurada em 2004, o espaço visa dar conforto a pacientes com doenças graves, assim como prestar assistência a familiares.

Outra bela casa, que hoje abriga a Hospedaria de Cuidados Paliativos, que pertence ao Hospital do Servidor Público Municipal. Inaugurada em 2004, o espaço visa dar conforto a pacientes com doenças graves, assim como prestar assistência a seus familiares.

A entrada principal do Parque da Aclimação, inaugurado em 1892.  O belo portão, remanescente da época da fundação do parque, está precisando de uma revitalização.

A entrada principal do Parque da Aclimação, inaugurado em 1892. O belo portão, remanescente da época da fundação do parque, está precisando de uma revitalização.

Logo na entrada do parque, há uma trilha que leva à Biblioteca Raul Bopp.

Logo na entrada do parque, há uma trilha que leva à Biblioteca Raul Bopp, construída na década de 1950.

Na entrada do parque, encontramos a Biblioteca Raul Bopp, inaugurada em 2009.  É um espaço especializado em meio-ambiente, com um acervo de cerca de 35.000 exemplares sobre o assunto. Ela pode ser acessada pelo parque e pela Rua Muniz de Sousa.

A biblioteca temática em meio-ambiente conta com um acervo de cerca de 35.000 exemplares sobre o assunto. Ela pode ser acessada pelo parque e pela Rua Muniz de Sousa, e está aberta todos os dias.

Quando foi inaugurado, o acesso ao parque se dava por 2 monumentais portões de ferro fundido, um voltado para a Avenida Aclimação e outro para a Rua Muniz de Sousa.  Hoje, o parque conta com 6 entradas para o público.

Quando foi inaugurado, o acesso ao parque se dava por 2 monumentais portões de ferro fundido, um voltado para a Avenida Aclimação e outro para a Rua Muniz de Sousa. Hoje, o parque conta com 6 entradas para o público.

Um coreto que fica perto da outra entrada do parque na Rua Muniz de Sousa.

Um coreto que fica perto da outra entrada do parque na Rua Muniz de Sousa. Neste local há aulas de ginástica abertas para a população.

Um busto em homenagem ao médico piracicabano Carlos José Botelho, que fundou o Jardim da Aclimação, em 1892.

Um busto em homenagem ao médico piracicabano Carlos José Botelho, que fundou o Jardim da Aclimação, em 1892.

O Jardim da Aclimação foi fundado por iniciativa do médico piracicabano Carlos José Botelho. Formado em Paris, ele tinha o sonho de fazer um parque aos moldes do Jardin d´Acclimatation da capital francesa.

Formado em Paris, Botelho tinha o sonho de fazer um parque no Brasil aos moldes do Jardin d´Acclimatation da capital francesa, que ele conheceu nos seus tempos de estudante.

O Parque da Aclimação, assim como seu similar em Paris, era um complexo de lazer e pesquisas: reunia num só lugar um zoológico, um jardim, uma leiteria, rink de patinação, salão de bailes e um parque de diversões. Por 30 anos, foi o local de diversão de muitos paulistanos!

O Parque da Aclimação, assim como seu similar em Paris, era um complexo de lazer e pesquisas: reunia num só lugar um zoológico, um jardim, uma leiteria, rink de patinação, salão de bailes e um parque de diversões. Por 30 anos, foi o local de diversão de muitos paulistanos!

O velho ancoradouro, onde ficavam canoas utilizadas para passeios. O lago foi formado pelo represamento dos córregos da região, como o Cambuci e o Lavapés.

O velho ancoradouro, onde ficavam canoas utilizadas para passeios. O lago foi formado pelo represamento dos córregos da região, como o Pedra Azul.

Do ancoradouro temos uma bela vista do parque, assim como dos prédios das redondezas.

Do ancoradouro temos uma bela vista do parque, assim como dos prédios das redondezas.

O Jardim da Aclimação era também um centro de pesquisas científicas e um posto zootécnico. Também foi sede da Sociedade Hípica Paulista, que agora se encontra no bairro de Santo Amaro.

O Jardim da Aclimação era também um centro de pesquisas científicas e um posto zootécnico. Também foi sede da Sociedade Hípica Paulista, que agora se encontra no bairro de Santo Amaro.

Um comedouro para pássaros, onde eles se deliciam com frutas fresquinhas! O Jardim da Aclimação foi o primeiro zoológico de São Paulo, e tinha animais exóticos como o peixe elétrico da Amazonia, camelos, tigres, e até um urso polar!

Um comedouro para pássaros, onde eles se deliciam com frutas fresquinhas! O Jardim da Aclimação foi o primeiro zoológico de São Paulo, e tinha animais exóticos como o peixe elétrico da Amazonia, camelos, tigres, e até um urso polar!

Uma vez, o Jardim da Aclimação foi manchete nos jornais devido à fuga de uma enorme sucuri, que foi recapturada e carregada de volta para o zoo por 5 homens!

Uma vez, o Jardim da Aclimação foi manchete nos jornais devido à fuga de uma enorme sucuri, que foi recapturada e carregada de volta para o zoo por 5 homens!

Outro fato bastante comentado na época foi o de um tratador atacado por um leão. O jardim dispunha também de vacas leiteiras holandesas, e os visitantes podiam tomar leite tirado na hora e comprar laticínios fresquinhos.

Outro fato bastante comentado na época foi o de um tratador atacado por um leão. O jardim dispunha também de vacas leiteiras holandesas, e os visitantes podiam tomar leite tirado na hora e comprar laticínios fresquinhos.

Devido às dificuldades financeiras dos herdeiros de Botelho, o parque foi vendido à prefeitura, e um lento processo de decadência ocorreu no parque. A sua área original diminuiu de 182.000 m² a pouco mais de 120.000 m², até ser tombado pelo patrimônio histórico, por iniciativa dos moradores do bairro.

Devido às dificuldades financeiras dos herdeiros de Botelho, o parque foi vendido à prefeitura em 1939, e um lento processo de decadência ocorreu no parque. A sua área original diminuiu de 182.000 m² a  112.000 m², até ser tombado pelo patrimônio histórico, por iniciativa dos moradores do bairro.

O belo caramanchão. O parque foi fundamental para o desenvolvimento e crescimento do bairro, que passou de local semidesértico para uma área visitada por centenas de turistas.

Um belo caramanchão, remanescente dos tempos do Jardim da Aclimação.

A pista de cooper Antonio Daoud, com quase 1 km de extensão, que circunda todo o lago. É uma homenagem ao atleta que faleceu em 1984, durante uma competição de triaton.

A pista de cooper Antonio Daoud, com quase 1 km de extensão, que circunda todo o lago. É uma homenagem ao atleta que faleceu em 1984, durante uma competição de triaton.

Além da pista de cooper, existem dezenas de trilhas que podem ser percorridas dentro do parque, no meio das árvores centenárias.

Além da pista de cooper, existem dezenas de trilhas que podem ser percorridas dentro do parque, no meio das árvores centenárias.

Um dos destaques do parque é o seu eucaliptal, tombado pelo patrimônio histórico. Além dos eucaliptos, podemos encontra espécimes implantadas e nativas, como o jacarandá-mimoso, aroeira, sibipiruna e magnólia branca.

Um dos destaques do parque é o seu eucaliptal, tombado pelo patrimônio histórico. Além dos eucaliptos, podemos encontrar espécimes implantadas e nativas, como o jacarandá-mimoso, aroeira, sibipiruna e magnólia branca.

O lago abriga uma boa diversidade de animais, com 6 espécies de peixes, 3 de anfíbios e 65 de aves. No parque pode-se avistar, com sorte, o gambá-de-orelha-preta, um animal tímido de hábitos noturnos.

O lago abriga uma boa diversidade de animais, com 6 espécies de peixes, 3 de anfíbios e 65 de aves. No parque pode-se avistar, com sorte, o gambá-de-orelha-preta, um animal tímido de hábitos noturnos.

DSC05941

Em 2009, uma tempestade quebrou o sistema de drenagem do lago, que literalmente desceu pelo ralo. O lago perdeu o equivalente a 30 piscinas olímpicas e se transformou num enorme lodaçal. Moradores do bairro tentaram resgatar alguns animais, mas a maioria, infelizmente, não resistiu. Os poucos que conseguiram sobreviver foram levados para o Parque do Ibirapuera.

Em 2009, uma tempestade quebrou o sistema de drenagem do lago, que literalmente desceu pelo ralo. O lago perdeu toda sua água e se transformou num lodaçal. Moradores do bairro tentaram salvar alguns animais, mas a maioria, infelizmente, não sobreviveu. Após o incidente, um novo vertedouro foi construído.

Após o incidente, um novo vertedouro foi construído, mas o lago ainda sofre com a poluição dos córregos que o alimentam.

Daqui podemos ver a cúpula da Igreja da Aclimação e alguns dos prédios que fazem parte da paisagem do bairro.

Daqui podemos ver a cúpula da Igreja da Aclimação e alguns dos prédios que fazem parte da paisagem do bairro.

Em 1956, o parque ganhou um campo de futebol. Essa foi uma de muitas obras irregulares dentro da área do parque, que acabaram sendo incorporados. Durante ano, o Colégio Anglo Latino funcionou dentro do parque, até ser fechado e abandonado.

Em 1956, o parque ganhou um campo de futebol. Essa foi uma de muitas obras irregulares dentro da área do parque, que acabaram sendo incorporadas. É administrado pelo Clube-Escola de Futebol da Aclimação, que oferece diversas aulas além de futebol, como ioga, ginástica, voleibol e biodança.

Que tal um jogo de damas? Durante anos, o Colégio Anglo Latino também funcionou irregularmente dentro do parque, até ser fechado e abandonado. Esses espaços ociosos poderiam ser melhor aproveitados em prol da população.

Que tal um jogo de damas? Durante anos, o Colégio Anglo Latino também funcionou irregularmente dentro do parque, até ser fechado e abandonado. Esses espaços ociosos poderiam ser melhor aproveitados em prol da população.

Na década de 1950, foram realizadas reformas no parque, e as alamedas receberam asfalto e postes de iluminação. A concha acústica foi construída nessa época, para abrigar shows. Ela está em estado de abandono e  precisa de uma revitalização!

Na década de 1950, foram realizadas reformas no parque, e as alamedas receberam asfalto e postes de iluminação. A concha acústica foi construída nessa época, para abrigar shows. Ela está em estado de abandono e precisa de uma revitalização!

Essa é uma das 3 esculturas, feitas em mármore branco, executadas pelo artista Arcangelo Ianelli. Morador do bairro há anos, as obras foram um presente do artista ao parque e o bairro, que são partes importantes de sua vida e trabalho.

Essa é uma das 3 esculturas, feitas em mármore branco, executadas pelo artista Arcangelo Ianelli. Morador do bairro há anos, as obras foram um presente do artista ao parque e o bairro, que são partes importantes de sua vida e trabalho.

O jardim japonês. Carlos Botelho, o fundador do Jardim da Aclimação, é considerado o patrono da imigração japonesa ao Brasil. Em 1907, quando era secretário da agricultura, assinou um contrato com o governo japonês, para a vinda de 3.000 imigrantes japoneses. Eles chegaram em 1908, no Porto de Santos, no navio Kasato Maru.

O jardim japonês. Carlos Botelho, o fundador do Jardim da Aclimação, é considerado o patrono da imigração japonesa ao Brasil. Em 1907, quando era secretário da agricultura, assinou um contrato com o governo japonês, para a vinda de 3.000 imigrantes japoneses. Eles chegaram em 1908, no Porto de Santos, no navio Kasato Maru.

O pequeno jardim japonês com seu espelho d´água. Também está precisando de mais cuidados!

O espelho d´água do jardim japonês, que tem alguns peixes. Também está precisando de mais cuidados!

O parque tem uma boa infraestrutura, com playgrounds para a garotada, sanitários, aparelhos de ginástica, mesas para jogos de tabuleiro, quadras de esportes e bicicletário. Atenção: bicicletas e skates não são permitidos, apesar de sempre encontrarmos pessoas que descumprem os regulamentos.

O parque tem uma boa infraestrutura, com playgrounds para a garotada, sanitários, aparelhos de ginástica, mesas para jogos de tabuleiro e bicicletário.

Os aparelhos de ginástica.

Os aparelhos de ginástica. O parque também tem quadras poliesportivas e aparelhos de alongamento. Atenção: bicicletas e skates não são permitidos, apesar de sempre encontrarmos pessoas que descumprem os regulamentos.

A visão e empreendedorismo de Carlos Botelho foram fundamentais para o crescimento e desenvolvimento do bairro, que passou de um lugar semi-deserto no começo do século XX, para um local frequentado por milhares de pessoas.

A visão e empreendedorismo de Carlos Botelho foram fundamentais para o crescimento e desenvolvimento do bairro, que transformou um lugar semi-deserto no começo do século XX, num dos bairros mais valorizados de São Paulo.

As belas flores do Parque da Aclimação. É um ótimo lugar para caminhar, fazer exercícios e relaxar!

As belas flores do Parque da Aclimação. É um ótimo lugar para caminhar, fazer exercícios e relaxar! Atualmente, recebe entre 5.000 e 7.000 visitantes nos finais de semana.

Abraçando as flores! Um tapete de lindas azaleias.

Abraçando as flores! Um tapete de lindas azaleias.

Saindo do parque na Rua Muniz de Sousa, avistamos a adorável Praça Jorge Cury.

Saindo do parque na Rua Muniz de Sousa, avistamos a adorável Praça Jorge Cury.

A praça conecta a Rua Muniz de Sousa à Rua Alabastro, no alto. Este local foi recentemente cenário de uma novela global.

A base das escadarias está coberto de grafites!

A base das escadarias está coberta de grafites muito criativos!

A Praça Jorge Cury tem esse belo mirante, de onde podemos ver o Parque da Aclimação.

A Praça Jorge Cury tem esse belo mirante, de onde podemos ver o Parque da Aclimação. Ao seu lado, podemos ver um outro prédio em art-déco, estilo em voga no início do século XX.

Seguindo pela Rua Alabastro, deparamos com uma casinha adorável - não parece um castelinho?

Seguindo pela Rua Alabastro, deparamos com uma casinha adorável – não parece um castelinho?

A Rua Topázio, de onde podemos avistar a Igreja da Aclimação ao fundo.

A Rua Topázio, importante via que liga o bairro da Aclimação à Vila Mariana.

A Praça General Polidoro, de onde convergem diversas ruas que formam um semi-circulo com a Avenida Aclimação. A praça, que antes se chamava Largo Rodrigues Alves, começou a ser delineada em 1916, assim como as ruas ao seu redor, todas com nomes de pedra preciosas.

A Praça General Polidoro, para onde convergem diversas ruas que formam um semi-circulo com a Avenida Aclimação. A praça, que antes se chamava Largo Rodrigues Alves, começou a ser delineada em 1916, assim como as ruas ao seu redor, todas com nomes de pedra preciosas.

A Praça General Polidoro é um dos poucos logradouros do bairro onde as casas são maioria. Este belo casarão na esquina da Rua Diamante abriga uma imobiliária.

A Praça General Polidoro é um dos poucos logradouros do bairro onde as casas são maioria. Este belo casarão na esquina da Rua Diamante abriga uma imobiliária.

A praça tem um jardim e uma fonte com uma bela escultura no seu centro. Porém, o descaso e abandono dão um aspecto melancólico ao local.

A praça tem um jardim e uma fonte com uma bela escultura no seu centro. O local poderia ser o mais bonito e agradável do bairro, porém é um melancólico exemplo de descaso com o patrimônio público.

A fonte está desligada há anos, e está em péssimo estado de conservação. Os jardins estão mal cuidados e a escultura está suja e com várias partes faltando.

A fonte está desligada há anos, e está em péssimo estado de conservação. Os jardins estão mal cuidados e a escultura está suja e com várias partes faltando.

"O discóbolo", do artista ítalo-brasileiro Ottone Zorlini (a placa mostra o nome errado, "Ottoni Borilini"). A bela escultura, que remete ao atirador de discos nas olimpíadas, está suja e  com os dedos quebrados. Lamentável!

“O discóbolo”, do artista ítalo-brasileiro Ottone Zorlini (a placa mostra o nome errado, “Ottoni Borilini”). A bela escultura, que remete ao esporte olímpico de arremesso de discos, está com os dedos quebrados. Lamentável!

Mas encontramos amiguinhos adoráveis passeando na praça, que fizeram questão de posar para o blog. Não são uma gracinha?

Mas encontramos amiguinhos adoráveis passeando na praça, que fizeram questão de posar para o blog. Não são uma gracinha? 

A Avenida Turmalina, uma das vias que convergem para a Praça General Polidoro. É uma importante via que liga a Aclimação ao centro da cidade e o bairro da Liberdade.

A Avenida Turmalina, uma das vias que convergem para a Praça General Polidoro. É uma importante via que liga a Aclimação ao centro da cidade e o bairro da Liberdade.

Descendo a Rua Topázio, voltamos para a Avenida Aclimação. Daqui podemos ver a Igreja da Aclimação, escondida atrás do poste. Como a cidade seria muito mais bonita sem toda essa fiação, não acham?

Descendo a Rua Topázio, voltamos para a Avenida Aclimação. Daqui podemos ver a Igreja da Aclimação, escondida atrás do poste. Como a cidade seria muito mais bonita sem toda essa fiação, não acham?

A Avenida da Aclimação é a principal via do bairro. A elegante via começa na Rua Pires da Mota e termina aqui no Parque da Aclimação.

A Avenida da Aclimação é a principal via do bairro. A elegante via começa na Rua Pires da Mota e termina aqui no Parque da Aclimação.

A Avenida da Aclimação foi uma das primeiras vias a serem delineadas no bairro. Em 1905, o seu trecho inicial já existia, assim como as ruas Pires da Mota, Baturité, José Getulio e Cururipe.

A Avenida da Aclimação foi uma das primeiras vias a serem delineadas no bairro. Em 1905, o seu trecho inicial já estava aberto, assim como as ruas Pires da Mota, Baturité, José Getúlio e Cururipe.

O contraste das casas na avenida, com os edifícios ao fundo. O subdistrito da Aclimação foi oficialmente criado em 1938, como um bairro residencial de classe média.

O contraste das casas na avenida, com os edifícios ao fundo. O subdistrito da Aclimação foi oficialmente criado em 1938, como um bairro residencial de classe média. É um bairro relativamente jovem, se comparado a bairros tradicionais como Higienópolis, Pacaembu, Campos Elíseos, Brás e Moóca.

Naquela época, predominavam as casas térreas e os sobrados, que abrigavam principalmente famílias italianas, portuguesas, japonesas e paulistanas.

Naquela época, predominavam as casas térreas e os sobrados, que abrigavam principalmente famílias italianas, portuguesas, japonesas e paulistanas.

A partir da década de 1970, empreendimentos imobiliários começaram a tomar conta da região. A Aclimação não foi exceção, e começou a sofrer um intenso processo de verticalização, que continua até hoje.

A partir da década de 1970, empreendimentos imobiliários começaram a tomar conta da região. A Aclimação não foi exceção, e começou a sofrer um intenso processo de verticalização, que continua até hoje.

Hoje, poucas casas resistiram diante desse boom imobiliário. As que estão em pé viraram pontos comerciais ou de prestação de serviço.

Hoje, poucas casas resistiram diante desse boom imobiliário. As que estão em pé viraram pontos comerciais ou de prestação de serviço.

A Avenida da Aclimação também sofreu com a verticalização intensa nos últimos anos. Mas algumas exceções existem: essa bela casa foi revitalizada e hoje abriga uma drogaria. Um exemplo de que o novo pode muito bem conviver com o antigo!

A Avenida da Aclimação também sofreu com a verticalização intensa nos últimos anos. Mas algumas exceções existem: essa bela casa foi revitalizada e hoje abriga uma drogaria. Um exemplo de como o novo pode muito bem conviver com o antigo!

Essa adorável casa de tijolos aparentes, que hoje abriga uma agência bancária, é outro exemplo de casas que resistem ao avanço dos edifícios.

Essa adorável casa de tijolos aparentes, que hoje abriga uma agência bancária, é outro exemplo de casas que resistem ao avanço dos edifícios.

A antes pacata avenida, que era predominantemente residencial, agora abriga diversos restaurantes, bares e prestadores de serviços.

A antes pacata avenida, que era predominantemente residencial, agora abriga diversos restaurantes, bares e diversos prestadores de serviços.

Na esquina das ruas Castro Alves e Júpiter. Esse lado da Aclimação é formado basicamente por edifícios residenciais de alto padrão. Neste lado, estão as ruas com nomes de planeta: além de Júpiter, temos as ruas Saturno e Urano.

Na esquina das ruas Castro Alves e Júpiter. Esse lado da Aclimação é formado basicamente por edifícios residenciais de alto padrão. Neste lado, estão as ruas com nomes de planeta: além de Júpiter, temos as ruas Saturno e Urano.

O bairro é bem servido de padarias - coisa que eu simplesmente adoro! A Marselha, na Rua Júpiter, é uma delas.

O bairro é bem servido de padarias – coisa que eu simplesmente adoro! A Marselha, na Rua Júpiter, é uma delas. Outras padarias famosas do bairro são a Orquídea Palace, a Orquídea Pérola e a Recanto Doce, entre outras.

Apesar dos edifícios luxuosos, e do IPTU absurdo que os moradores do bairro tem de pagar todos os anos, o calçamento das ruas deixa muito a desejar. A Rua Jupiter, que abriga edifícios de alto padrão, parece mais uma pista de enduro, com buracos e irregularidades no asfalto. Uma vergonha!

Apesar do IPTU absurdo que os moradores do bairro tem de pagar todos os anos, o calçamento das ruas deixa muito a desejar. A Rua Júpiter, que abriga edifícios de alto padrão, parece mais uma pista de enduro, com inúmeros buracos e irregularidades no asfalto. E isso ocorre em todo o bairro. Uma vergonha! 

Na esquina da Avenida Aclimação e a Rua Loureiro da Cruz. Esta rua abriga, todos os sábados, uma ótima feira livre, com frutas, verduras, legumes e peixes fresquinhos. Uma das melhores feiras de São Paulo!

Na esquina da Avenida Aclimação e a Rua Loureiro da Cruz. Esta rua abriga, todos os sábados, uma ótima feira livre, com frutas, verduras, legumes e peixes fresquinhos. Uma das melhores feiras de São Paulo!

Com essa bela vista do Parque da Aclimação e seus prédios, fechamos este post. Gostaram? Venham passear e conhecer esse bairro tao especial! Até o próximo passeio!

Gostaram? Com essa bela vista do Parque da Aclimação e seus prédios, fechamos este post. Venham passear no Parque da Aclimação e conhecer esse bairro tao especial! Até o próximo passeio! 

Veja a localização no mapa:

 

Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

4 comments to Aclimação Em Foco

  • Rodrigo  says:

    Muito bom! Realmente, o novo pode muito bem conviver com o velho, sem que precise deturpar seu espaço, como tem feito a verticalização no bairro. Parabéns pela postagem.

    • Mina  says:

      Olá, Rodrigo! Fico muito feliz que tenha curtido o post! Com certeza, podemos modernizar e conservar as preciosidades do bairro, com um pouco de boa vontade! Abraços

  • Paula Tubelis  says:

    Ameiiii seus comentários, fotos e a foema como apresentou o bairro. Parabéns!

    • Mina  says:

      Olá Paula! Muito obrigada, fico muito feliz que tenha curtido nosso post sobre a Aclimação – bairro onde eu moro há anos! Um grande abraço

Deixe um comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam