Parque da Cantareira – Núcleo Cabuçu em Foco

A barragem do Cabuçu, inaugurada em 1908.

Com este post, cobrimos todos os núcleos do belo Parque da Cantareira (não deixem de visitar Águas ClarasEngordador e Pedra Grande!). O Núcleo Cabuçu foi o quarto e último a ser aberto ao público, em 2008. Localizado na cidade de Guarulhos, na área metropolitana de São Paulo, é o mais desconhecido e menos visitado dos núcleos – creio que isso aconteça por falta de divulgação da administração do parque, pois sua beleza e atrações não deixam nada a desejar aos outros núcleos! 

O Parque da Cantareira é uma das maiores florestas tropicais urbanas do mundo, localizado em plena região metropolitana da capital paulistana. O Núcleo Cabuçu possui 2.300 hectares de área, fazendo com que seja o maior do parque, contando com espécies remanescentes da Mata Atlântica e grande diversidade de animais. O Cabuçu foi implantado através de uma parceria entre o Instituto Florestal, o SAAE (Serviço Autônomo de Abastecimento) de Guarulhos e a Secretaria do Meio Ambiente de Guarulhos. Em 1904 foi construída a Barragem do Cabuçu, que teve papel fundamental para o abastecimento de água para São Paulo. Esta foi considerada a primeira grande obra em concreto armado do Brasil, e a represa do Cabuçu esteve em funcionamento por 60 anos, até ser parcialmente desativada com a entrada do atual sistema Cantareira. Tanto a barragem quanto a bela represa podem ser apreciadas pelos visitantes. A administração do parque procura despertar a conscientização da população para a importância da preservação dos mananciais e de suas florestas.

 

Além da represa, o Núcleo Cabuçu tem quatro trilhas de diversos graus de dificuldade, que cortam suas matas: Tapiti (250 m), Sagui (730 m), Jaguatirica (1 km) e Cachoeira (5,2 km). A Trilha da Cachoeira é definida como grau de dificuldade alto, e só pode ser acessada até as 13:30h.  O percurso é bem puxado – um mínimo de preparo físico é recomendável! Mas chegar à cachoeira é uma bela e refrescante recompensa, depois das subidas íngremes! As outras trilhas são bem mais leves, e são recomendadas para todos. Assim como os outros núcleos da Cantareira, o Cabuçu conta com anfiteatro, playground, centro de visitantes, sanitários, estacionamento e áreas de piquenique.

 

O Núcleo Cabuçu é muito bonito e bem cuidado, assim como os demais núcleos da Cantareira. O parque está aberto aos sábados, domingos e feriados, das 8:30 às 17:00, e o ingresso custa R$ 6,00 por cabeça. Atenção: nos dias de chuva, ele fica fechado! Não é permitida a entrada com animais de estimação, pipas, bolas, churrasqueiras ou instrumentos musicais. Não há lanchonetes no seu interior, por isso não se esqueça de levar água e um lanche. Por não ser tão conhecido do público, ainda é bem sossegado e tranquilo – é um ótimo lugar para relaxar e comungar com a natureza!

 

O acesso ao parque é feito pela Rodovia Fernão Dias, km 80 (sentido Belo Horizonte). Quando você avistar a Casa de David, entre à direita, e siga pela Avenida Pedro de Souza Lopes (antiga Estrada do Cabuçu), até o número 7.903. A estrada é estreita, e a sinalização é ruim, mas conseguimos chegar sem nos perder, apesar dos arredores não muito convidativos.  Se você vai de transporte público, vá até a Estação Tucuruvi, e pegue a linha da EMTU nº 337, em direção ao Jardim Acácio. O ônibus passa em frente ao parque – peça para o motorista te deixar no ponto da E.E. Maria Helena Cunha, e caminhe uma quadra. Só não deixe de conhecer mais este núcleo do nosso belíssimo Parque da Cantareira, um verdadeiro tesouro verde no meio da maior área metropolitana da América do Sul!

A entrada do núcleo Cabuçu do Parque da Cantareira, na cidade de Guarulhos.

A entrada do núcleo Cabuçu do Parque da Cantareira, na cidade de Guarulhos.

Da entrada do parque, podemos avistar uma igreja no topo de um morro próximo.

Da entrada do parque, podemos avistar uma igreja no topo de um morro próximo.

A exemplo dos outros núcleos do parque, este também é bem sinalizado e muito bem cuidado!

A exemplo dos outros núcleos do parque, este também é bem sinalizado e muito bem cuidado!

A alameda que dá acesso ao estacionamento.

A alameda que dá acesso ao estacionamento.

O mapa do parque, com informações sobre suas trilhas e atrações.

O mapa do parque, com informações sobre suas trilhas e atrações.

Perto da entrada, há uma área de piquenique. Não há lanchonetes no Parque da Cantareira, por isso não se esqueça de trazer água e um lanchinho!

Perto da entrada, há uma área de piquenique. Não há lanchonetes no Parque da Cantareira, por isso não se esqueça de trazer água e um lanchinho!

Dentro do núcleo há uma estação meteorológica, que registra os dados do parque. Inaugurada em 2005, ela é mantida pela Universidade de Guarulhos.

Dentro do núcleo há uma estação meteorológica, que registra os dados do parque. Inaugurada em 2005, ela é mantida pela Universidade de Guarulhos.

Um playground para a garotada!

Um playground para a garotada!

Relaxando uns minutinhos antes de começar as trilhas!

Relaxando uns minutinhos antes de começar as trilhas!

Uma bela figueira ao lado do centro de visitantes

Uma bela figueira ao lado do centro de visitantes

O centro de visitantes, que tem sanitários e um pequeno museu.

O centro de visitantes, que tem sanitários e um pequeno museu.

A Praça da Preguiça, uma área gramada para deitar e curtir a preguiça!

A Praça da Preguiça, uma área gramada para deitar e curtir a preguiça!

Um pequeno anfiteatro

Um pequeno anfiteatro

Agora vamos ao que interessa: as trilhas!

Agora vamos ao que interessa: as trilhas!

O núcleo Cabuçu também é uma reserva de Mata Atlântica, com vegetação exuberante.

O núcleo Cabuçu também é uma reserva de Mata Atlântica, com vegetação exuberante.

O Cambuci é uma árvore frutífera nativa da Mata Atlântica, uma das espécies ameaçadas de extinção.

O Cambuci é uma árvore frutífera nativa da Mata Atlântica, uma das espécies ameaçadas de extinção.

Devido as suas matas preservadas, a temperatura dentro do parque é, em média, 1 ou 2 graus mais baixos do que na cidade de São Paulo.

Devido as suas matas preservadas, a temperatura dentro do parque é, em média, 1 ou 2 graus mais baixos do que na cidade de São Paulo.

Chegamos no começo da Trilha do Tapiti, com 250 m de extensão. O percurso é curto e fácil.

Chegamos no começo da Trilha do Tapiti, com 250 m de extensão. O percurso é curto e fácil.

Uma escada dentro da Trilha do Tapiti. O tapiti, também conhecido como coelho brasileiro, é uma espécie de hábitos noturnos, que só é encontrado em florestas preservadas.

Uma escada dentro da Trilha do Tapiti. O tapiti, também conhecido como coelho brasileiro, é uma espécie de hábitos noturnos, que só é encontrado em florestas preservadas.

No fim da trilha do Tapiti, fica o início da Trilha da Jaguatirica. Tem 1 km de extensão, e grau de dificuldade médio.

No fim da trilha do Tapiti, fica o início da Trilha da Jaguatirica. Tem 1 km de extensão, e grau de dificuldade médio.

Aqui também podemos encontrar samambaias-açu, que só sobrevivem em áreas de matas preservadas.

Aqui também podemos encontrar samambaiaçus, que só sobrevivem em áreas de matas preservadas.

Grandes pinheiros também estão presentes no núcleo.

Grandes pinheiros também estão presentes no núcleo.

E vamos subir uma ladeirinha!

E vamos subir uma ladeirinha!

Pinheiros-do-paraná, nativos de nossas florestas.

Pinheiros-do-paraná, nativos de nossas florestas.

Um belo bambuzal

Um belo bambuzal

A jaguatirica, que dá nome à trilha, pode ser encontrada no parque da Cantareira, mas dificilmente pode ser avistado. Animal de hábitos noturnos, é uma espécie ameaçada de extinção.

A jaguatirica, que dá nome à trilha, pode ser encontrada no parque da Cantareira, mas dificilmente pode ser avistado. Animal de hábitos noturnos, é uma espécie ameaçada de extinção.

Uma pausa para contemplar a riqueza da Mata Atlântica, que está reduzida a menos de 10% de sua área original.

Uma pausa para contemplar a riqueza da Mata Atlântica, que está reduzida a menos de 10% de sua área original.

Essa pedra tem uma "carinha" simpática!

Essa pedra tem uma “carinha” simpática!

As belas samambaiaçus, uma das espécies mais antigas de nossas florestas.

As belas samambaiaçus, uma das espécies mais antigas de nossas florestas.

O Parque da Cantareira apresenta uma flora riquíssima, com 678 espécies catalogadas.

O Parque da Cantareira apresenta uma flora riquíssima, com 678 espécies catalogadas.

O Guatambu-amarelo, árvore nativa da Mata Atlântica. Atinge até 15 m de altura, e é muito utilizada para fins ornamentais e na construção civil.

O Guatambu-amarelo, árvore nativa da Mata Atlântica. Atinge até 15 m de altura, e é muito utilizada para fins ornamentais e na construção civil.

Nada como um apoio de uma árvore amiga!

Nada como um apoio de uma árvore amiga!

Um cipó, planta trepadeira muito comum em florestas tropicais.

Um cipó, planta trepadeira muito comum em florestas tropicais.

Uma Embaúba, outra árvore nativa da Mata Atlântica. É também conhecida como a árvore-da-preguiça, pois os bichos-preguiça adoram os seus frutos.

Uma Embaúba, outra árvore nativa da Mata Atlântica. É também conhecida como a árvore-da-preguiça, pois os bichos-preguiça adoram os seus frutos.

Pela estrada afora eu vou...

Pela estrada afora eu vou…

O Recanto do Bugio, local onde é comum avistar os bichinhos... mas acho que eles estavam dormindo!

O Recanto do Bugio, local onde é comum avistar os bichinhos… mas acho que eles estavam dormindo!

O início da Trilha da Cachoeira, com 5.220 m de extensão, e grau de dificuldade alto. E eles não estão exagerando!

O início da Trilha da Cachoeira, com 5.220 m de extensão, e grau de dificuldade alto. E eles não estão exagerando! Atenção: ela só pode ser acessada até as 13:30!

E olha a árvore que dá nome ao núcleo: o Cabuçu! Nativa da Mata Atlântica, chega a atingir 12 m de altura.

E olha a árvore que dá nome ao núcleo: o Cabuçu! Nativa da Mata Atlântica, chega a atingir 12 m de altura.

Olha o tamanho da folha dessa samambaiaçu - não é linda?

Olha o tamanho da folha dessa samambaiaçu – não é linda?

Uma cerejeira, espécie nativa da Ásia.

Uma cerejeira, espécie nativa da Ásia.

A bananeira, que ao contrário do que muita gente pensa, não é nativa do Brasil. Ela também vem da Ásia.

A bananeira, que ao contrário do que muita gente pensa, não é nativa do Brasil. Ela também vem da Ásia.

A Cantareira é conhecida por seus recursos hídricos. Um riacho com águas cristalinas, cruzando a trilha.

A Cantareira é conhecida por seus recursos hídricos. Um riacho com águas cristalinas, cruzando a trilha.

E começamos a subida! Ao longo da trilha, há muitos aclives e declives bem puxados!

E começamos a subida! Ao longo da trilha, há muitos aclives e declives bem puxados!

Outro riacho no meio do caminho

Outro riacho no meio do caminho

Para aprender sobre o ciclo da água - muito educativo!

Para aprender sobre o ciclo da água – muito educativo!

Cadê essa cachoeira, que nunca chega???

Cadê essa cachoeira, que nunca chega???

Depois de muito suor, finalmente chegamos a bela cachoeira do Cabuçu!

Depois de muito suor, finalmente chegamos a bela cachoeira do Cabuçu!

Foram 2.610 m de caminhada puxada até aqui - e depois vamos ter de andar tudo de volta. Mas a paisagem vale a caminhada!

Foram 2.610 m de caminhada puxada até aqui – e depois vamos ter de andar tudo de volta. Mas a paisagem vale a caminhada!

É muito gostoso sentar e descansar ao som das águas!

É muito gostoso sentar e descansar ao som das águas!

A cachoeira é alimentada pelas águas cristalinas que brotam de nascentes na Serra da Cantareira.

A cachoeira é alimentada pelas águas cristalinas que brotam de nascentes na Serra da Cantareira.

O lago formado pelas águas da cachoeira

O lago formado pelas águas da cachoeira

Dá para acreditar que estamos a apenas 20 km do centro de São Paulo?

Dá para acreditar que estamos a apenas 20 km do centro de São Paulo?

Essas águas fazem parte do sistema Cantareira, um dos mais importantes para o abastecimento de água para a área metropolitana de São Paulo.

Essas águas fazem parte do sistema Cantareira, um dos mais importantes para o abastecimento de água para a área metropolitana de São Paulo. 

Com a escassez cada vez maior de águas potáveis no mundo, o Parque da Cantareira, com seus valiosos recursos hídricos, é um patrimônio que precisa ser preservado a qualquer custo!

Com a escassez cada vez maior de águas potáveis no mundo, o Parque da Cantareira, com seus valiosos recursos hídricos, é um patrimônio que precisa ser preservado a qualquer custo!

Além das águas e bela vegetação, o parque conta com uma fauna riquíssima, com 866 espécies catalogadas.

Além das águas e bela vegetação, o parque conta com uma fauna riquíssima, com 866 espécies catalogadas.

Uma pausa para nosso lanchinho mais do que merecido. Servidos?

Uma pausa para nosso lanchinho mais do que merecido. Servidos?

Nada como lanchar com uma vista como essa!

Nada como lanchar com uma vista como essa!

Hora de dar meia volta e andar tudo de volta!

Hora de dar meia volta e andar tudo de volta!

Uma última olhada na cachoeira, antes de pegar a trilha de volta.

Uma última olhada na cachoeira, antes de pegar a trilha de volta.

Agora vou usar o meu super cajado!

Agora vou usar o meu super cajado!

A trilha alterna muitas subidas e descidas!

A trilha alterna muitas subidas e descidas!

De volta para o começo!

De volta para o começo!

Para lá fica a Trilha do Sagui, de 730 m de extensão, com grau de dificuldade baixo. Tem como atração um antigo forno para produção de carvão vegetal e cursos d´água.

Para lá fica a Trilha do Sagui, de 730 m de extensão, com grau de dificuldade baixo. Tem como atração um antigo forno para produção de carvão vegetal e cursos d´água.

Um belo caminho entre os bambus.

Um belo caminho entre os bambus.

Encontramos até um mandioqueiro no parque!

Encontramos até um mandioqueiro no parque!

A bela represa do Cabuçu

A bela represa do Cabuçu

As águas da represa abasteceram a cidade de São Paulo por 60 anos. Hoje, ela abastece uma parte da cidade de Guarulhos.

As águas da represa abasteceram a cidade de São Paulo por 60 anos. Hoje, ela abastece uma parte da cidade de Guarulhos.

As águas da represa abrigam pelo menos 10 espécies de peixes, vários anfíbios e vegetação aquática.

As águas da represa abrigam pelo menos 10 espécies de peixes, vários anfíbios e vegetação aquática.

A alameda que margeia a represa do Cabuçu

A alameda que margeia a represa do Cabuçu

Instruções a serem seguidas no parque.

Instruções a serem seguidas no parque.

A barragem do Cabuçu, inaugurada em 1908.

A barragem do Cabuçu, inaugurada em 1908.

A barragem foi considerada a primeira grande obra de concreto armado no Brasil.

A barragem foi considerada a primeira grande obra de concreto armado no Brasil.

O cimento utilizado na construção da barragem foi trazido de navio da Inglaterra, e depois transportado de trem até São Paulo. O material foi então transportado em carros de boi e lombos de burro até o Cabuçu.

O cimento utilizado na construção da barragem foi trazido de navio da Inglaterra, e depois transportado de trem até São Paulo. O material foi então transportado em carros de boi e lombos de burro até o Cabuçu.

A bela vista do mirante

A bela vista do mirante

É um belo trabalho de engenharia, que foi fundamental para o abastecimento de água para a região metropolitana de São Paulo.

É um belo trabalho de engenharia, que foi fundamental para o abastecimento de água para a região metropolitana de São Paulo.

Algumas flores para enfeitar o cabelo

Algumas flores para enfeitar o cabelo

Os belos caminhos do Parque da Cantareira

Os belos caminhos do Parque da Cantareira

A Alameda das Palmeiras, que nos levará de volta à entrada do parque

A Alameda das Palmeiras, que nos levará de volta à entrada do parque

O parque também conta com um viveiro de mudas, onde espécies diversas são cultivadas e distribuídas.

O parque também conta com um viveiro de mudas, onde espécies diversas são cultivadas e distribuídas.

Gostaram? Não deixe de conhecer o Núcleo Cabuçu do Parque da Cantareira, uma jóia preservada de Mata Atlântica! Até o próximo passeio!

Gostaram? Não deixe de conhecer o Núcleo Cabuçu do Parque da Cantareira, uma jóia preservada de Mata Atlântica! Até o próximo passeio!

Veja a localização no mapa:
Share this:
Share this page via Email Share this page via Stumble Upon Share this page via Digg this Share this page via Facebook Share this page via Twitter

4 comments to Parque da Cantareira – Núcleo Cabuçu em Foco

  • Unknown  says:

    Interessante seu Blog seria se você não estivesse em todas as fotos.
    Um bom trabalho é um trabalho isento.
    A vaidade não pode ser a tonica, você aparece mais que as matérias.
    Apareça apenas em algumas fotos e o trabalho terá mais brilho.
    Palavra de jornalista!
    Abraços
    Sergio

  • Mina Yodono Conhecendo SP  says:

    Sergio, obrigada pelo feedback. Ao contrário do que vc diz, o fato de eu aparecer em quase todas as fotos não é fruto de vaidade ou vontade de aparecer. É uma proposta nossa de ser diferente de vários blogs que estão na internet, onde a pessoa não aparece em nenhuma postagem. Tivemos vários comentários dizendo que esse tipo de postagem acaba se tornando enfadonho, porque o blog se torna uma mera coleção de cartões postais, que podem ter sido coletados de outras fontes, e não um testemunho de que a pessoa realmente esteve no local. Mas como dizem, não podemos agradar a todos… :-) Valeu pelo feedback!

  • Star Rider  says:

    Olá Mina Yodono.
    Conheci seu blog por acaso e graças a você conheci esse parque.
    Acho que você aparecendo nas fotos dá um toque especial no Blog. As fotos sem você mostrando ficariam comuns e profissionais, quebrando totalmente a idéia do seu site.
    Você aparecendo dá um toque mais humano, parece que você está falando e mostrando o lugar, deixa mais próximo da gente.
    Parabéns pelo blog.
    Palavra de leitor. ;)

  • Mina Yodono Conhecendo SP  says:

    Obrigada, Star Rider! Fico muito feliz que vc esteja curtindo o blog, e fico mais feliz ainda em saber que a postagem te motivou a conhecer o Parque da Cantareira! Agradeço muito os seus elogios, o blog é feito com muito carinho, e esperamos que as pessoas possam conhecer um pouco mais dessa cidade tão interessante que é São Paulo. Abraços

Deixe um comentário

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Protected by WP Anti Spam